31.1.10

Onde estou


Porquê
pois
procurar-me na Glória de Beethoven

se estou aqui

erguendo-me
nos milhões de ais
que se elevam dos porões
em todos os cais

se estou aqui
bem vivo
na vos de Robeson e Hughes
Cásaire e Guillén
Godido e Black Boy renascidos

nas entranhas da terra
transformando com meu corpo
os alicerces da vida

se estou aqui

soma consciente e firme
dos homens
que compuseram o poema

da vida contra a morte

do fim da noite
e do começo do dia.


Kalungano