5.3.08

Quando era Pequena...


Quando era pequena
ouvi falar numa grande paixão
e quis senti-la.

Depois de crescida,
ao perceber que tudo é fugidio,
ouvindo falar numa paixão,
eu sorria.

Agora,
se me falam num grande amor,
lembro-me de ti.

As minhas saudades são os meus poemas –
- são ervas daninhas os meus poemas...

E já te não amo.
Hoje amo outro,
hei-de talvez amar outros!

São flores de papel os meus amores...

Mas quero amar,
amar para amar melhor,
amar

Para te esquecer ainda.
Foi sempre um soluço o nosso amor.
É preciso que eu aprenda a chorar devagarinho.


Merícia de Lemos