22.1.08

Padrão


Eu,
o herói das mil vergonhas,
e falhado dos mil triunfos,
Eu,
o desiludido da vida,
cheguei à encruzilhada das decisões.

No areal movediço onde me firmo,
coloco o meu padrão
e grito o meu nome também.

Mas, só o areal me escuta
e o areal não é a minha ambição.
Como tantas vidas
fico sozinho na luta
com o inútil padrão
e as esperanças perdidas.



Vítor Evaristo